Total de visualizações de página

sábado, 17 de setembro de 2016

O BRASIL E O PERIGOSO JOGO DA HISTÓRIA.

O BRASIL E O PERIGOSO JOGO DA HISTÓRIA.


RBA - (Versão estendida, sem redução para versão impressa) - Embora muita gente não o veja assim, o afastamento definitivo de Dilma Roussef da Presidência da República, em votação do Senado, por 61 a 20 votos, no final de agosto, é apenas mais uma etapa de um processo e de um embate muito mais sofisticado e complexo, em que está em jogo o controle do país nos próximos anos. 
Desde que chegou ao poder, em 2003, o PT conseguiu a extraordinária proeza de fazer tudo errado, fazendo, ao mesmo tempo, paradoxalmente, quase tudo certo.

Livrou o país da dependência externa, pagando a dívida com o FMI, e acumulando 370 bilhões de dólares em reservas internacionais, que transformaram nosso país, de uma nação que passava o penico quando por aqui chegavam missões do Fundo Monetário Internacional, no que é, hoje - procurem por mayor treasuries holders no Google - o quarto maior credor individual externo dos Estados Unidos. 
E o fez, ao contrário do que dizem críticos mendazes, sem aumentar a dívida pública.
A Bruta, em 2002, era de 80% e hoje não chega a 70%. 
A Líquida era, em 2002, de aproximadamente 60% e hoje está por volta de 35%.
Mas isso não veio ao caso.
Ajudou a criar milhões de empregos, fez milhões de casas populares, criou o Pronatec, o Ciências Sem Fronteiras e o FIES, fez dezenas de universidades e escolas técnicas federais e promoveu extraordinários avanços sociais.
Mas isso não veio ao caso.
Voltou a produzir e a construir, depois de décadas de estagnação e inatividade, navios, ferrovias - vide aí a Norte-Sul, que já chegou a Anápolis - gigantescas usinas hidrelétricas (Belo Monte é a terceira maior do mundo) plataformas e refinarias de petróleo, mísseis ar-ar e de saturação, tanques, belonaves, submarinos, rifles de assalto, multiplicou o valor do salário mínimo e da renda per capita em dólares. 
Mas isso não veio ao caso.
Porque o Partido dos Trabalhadores foi extraordinariamente incompetente em explicar, para a opinião pública, o que fez ou o que estava fazendo.
Se tinha um projeto para o país, e que medidas faziam, coordenadamente, na economia, nas relações exteriores, na infraestrutura e na defesa, parte desse projeto. 
Em vez de "bandeiras" nacionais, como a do fortalecimento do país no embate geopolítico com outras nações, que poderiam ter "amarrado" e explicado a criação do BRICS, os investimentos da Petrobras no pré-sal, a política para a África e a América Latina do BNDES, o rearmamento das Forças Armadas, os investimentos em educação e cultura, em um mesmo discurso, o PT limitou-se a investir em conceitos superficiais e taticamente frágeis, como, indiretamente, o do mero crescimento econômico, fachada para as obras do PAC.
Na comunicação, o PT confiou mais na empatia do que na informação. 
Mais na intuição, do que no planejamento.
Chamou, para estabelecer sua linha de comunicação, "marqueteiros" sem nenhuma afinidade com as causas defendidas pelo partido, e sem maior motivação do que a de acumular fortunas, que se dedicaram a produzir mensagens açucaradas, estabelecidas segundo uma estratégia eventual, superficial, voltadas não para um esforço permanente de fortalecimento institucional da legenda e de seu suposto projeto de nação, mas apenas para alcançar resultados eleitorais sazonais.
O Partido dos Trabalhadores teve mais de uma década para explicar, didaticamente, à população, as vantagens da Democracia, seus defeitos e qualidades, e sua relação de custo-benefício para os povos e as nações. 
Não o fez.
Teve o mesmo tempo para estabelecer, institucionalmente, uma linha de comunicação, que explicasse, primeiro, a que tinha vindo, e os avanços e conquistas que estava obtendo para o país.
Como, por exemplo, a multiplicação do PIB em mais de quatro vezes, em dólar, desde o governo FHC - trágicos oito anos em que, segundo o Banco Mundial, o PIB e a renda per capita em dólares andaram para trás - que foram simplesmente ignorados.
Poderia ter divulgado, também, os 79 bilhões de dólares de Investimento Estrangeiro Direto dos últimos 12 meses, ou o aumento do superavit no comércio exterior, ou o fato de o real ter sido a moeda que mais se valorizou este ano no mundo, ou o crescimento da valorização do Bovespa desde o início de 2016, como exemplos de que o diabo não estava tão feio quanto parecia.
Mas também não o fez.
Sequer em seu discurso de defesa ao Senado - que deveria ter sido usado também para fazer uma análise do legado do PT para o país - Dilma Roussef tocou nestes números, para negar a situação de descalabro nacional imputada de forma permanente ao Partido dos Trabalhadores pela oposição, os internautas de direita e parte da mídia mais manipuladora e venal.
O PT dividiu-se, também, quando não deveria, e não estabeleceu uma estratégia clara, de longo prazo, que pudesse manter em andamento o projeto - de certa forma intuitivo - que pretendia implementar para o país. 
O partido e suas lideranças foram reiteradamente advertidos de que ocorreria no Brasil o que aconteceu no Paraguai com Lugo - a presença aqui da mesma embaixadora norte-americana do golpe paraguaio era claramente indicativa disso.
De nada adiantou.
De que era preciso estabelecer uma defesa competente do governo e de seu projeto de país na internet - cujos principais portais foram desde 2013 praticamente abandonados à direita e à extrema-direita enquanto a esquerda, sem energia para se mobilizar, se recolhia ao monólogo, à vitimização e à lamentação vazia em grupos fechados e páginas do Facebook.
De nada adiantou. 
Não se deu combate às excrescências que sobraram do governo Fernando Henrique, justamente no campo da corrupção, com a investigação de uma infinidade de escândalos anteriores, que poderia ter levado à cadeia bandidos antigos como os envolvidos agora, por indicação também de outros partidos, nos problemas da Petrobras.
E erros táticos imperdoáveis - não é possível que personagens como Dilma e Lindbergh continuem defendendo a Operação Lava-Jato, de público, em pleno julgamento do impeachment, quando essa operação parcial e seletiva foi justamente o principal fator na derrubada da Presidente da República.
Sob o mote de um republicanismo "inclusivo", mas cego, criou-se um vasto ofidário, mostrando, mais uma vez, que o inferno - o próprio, não o dos outros - pode estar cheio de boas intenções. 
Desse processo, nasceram uma nova classe média e uma plutocracia egoístas, conservadoras e "meritocráticas", paridas no bojo da expansão econômica e do "aperfeiçoamento" administrativo, rapidamente entregues, devido à incompetência estratégica à qual nos referimos antes, de mão beijada, para adoção institucional pela direita. 
Ampliaram-se a autonomia, o poder e as contratações do Ministério Público e da Polícia Federal, medidas elogiáveis, que poderiam em princípio funcionar muito bem em um país verdadeiramente democrático, mas que, no Brasil da desigualdade e da manipulação midiática, levaram à criação de uma nova casta - majoritariamente conservadora - de funcionários públicos educados em universidades privadas - também ideologicamente alinhadas com a direita - com financiamento do FIES e em cursinhos para concurseiros, que não tem nenhuma visão real do que é o país, a República ou a História, e acham - ao lado de jovens juízes - que devem mandar na Nação no lugar dos "políticos" e do povo que os elege.
Como consequência disso, há, hoje, uma batalha jurídica que está sendo travada, principalmente, no âmbito do Congresso Nacional, voltada para a aprovação de leis fascistas - disfarçadas, como sempre ocorre, historicamente, sob a bandeira da anti-corrupção, que, com a desculpa de combater a impunidade - em um país em que dezenas de milhares de presos, em alguns estados, a maioria deles, se encontra detido em condições animalescas sem julgamento ou acesso a advogado - pretende alterar a legislação e o código penal para restringir o direito à ampla defesa consubstanciado na Constituição, no sentido de se permitir a admissibilidade de provas ilícitas, de se restringir a possibilidade de se recorrer em liberdade, e de conspurcar os sagrados e civilizados princípios de que o ônus da prova cabe a quem está acusando e de que todo ser humano será considerado inocente até que seja efetiva e inequivocamente provada a sua culpa.
Batalha voltada, também, para expandir o poder corporativo dessa mesma plutocracia e seus muitos privilégios.
Enquanto isso, aguerrida, organizada, fartamente financiada por fontes brasileiras e do exterior, a direita - "apolítica", "apartidiária", fascista, violenta, hipócrita - deu, desde o início do processo de derrubada do PT do governo, um "show" de mobilização. 
Colocou milhões de pessoas nas ruas. 
E estabeleceu seu domínio sobre os espaços de comentários dos grandes portais e redes sociais - a imensa maioria das notícias já eram, desde 2013 pelo menos, contra o governo do PT, em um verdadeiro massacre midiático promovido pelos grandes órgãos de comunicação privados - estabelecendo uma espécie de discurso único que, embora baseado em premissas e paradigmas absolumente falsos, se impôs como sagrada verdade para boa parte da população.
Entre as principais lições dos últimos anos, vai ficar a de que a História é um perigoso jogo que não permite a presença de amadores.
Enganam-se aqueles que acham que o confronto expõe apenas a direita e a esquerda, ou o PT e o PSDB - que agora se assenhoreou do PMDB e dos partidos do baixo clero.
Muito mais grave é a guerra que se desenha - e que já começou, não se iludam - entre aqueles que atacam a política, os "políticos", a democracia e o presidencialismo de coalizão - e aqueles que, por conveniência ou idealismo, serão chamados a mobilizar-se para defendê-los daqui até 2018 e além.
O futuro da República e da Nação será definido por esse embate.
E é o conjunto de erros e circunstâncias que vivemos até agora, e o que faremos a partir de agora, que poderá levar, ou não, para o Palácio do Planalto e o Parlamento, um governo fascista e autoritário em 2019.
Os opositores do PT tiveram com o processo de afastamento de Dilma, iniciado ainda em 2013, à época da Copa do Mundo, uma vitória de Pirro.
A judicialização da política, a ascensão da Antipolítica e de uma plutocracia que acredita, piamente, que não precisa de votos, nem de maior legitimação do que sua condição de concursada para "consertar" o país e punir vereadores, prefeitos, deputados, senadores, governadores, Presidentes da República, em defesa de "homens de bem" que desfilam com as cores da bandeira e com uniformes negros de inspiração nazista, ajudará a sepultar, no lugar de aperfeiçoar, o regime presidencialista anteriormente vigente, e introduzirá um novo elemento, ilegítimo e espúrio, no universo político brasileiro, transformando-se em permanente ameaça para o funcionamento e a essência da Democracia.
Infelizmente, para o país e para a República, a permanência de Dilma no poder tornou-se, devido à irresponsabilidade da mídia e da oposição - vide as pautas bomba do ano passado - ao sucesso da estratégia de fabricação do consentimento levada a cabo pela direita e à incompetência política do Partido dos Trabalhadores - de tal forma insustentável, que, se ela voltasse, caminharíamos para uma situação de confronto em que o fascismo - como ocorreu em 1964, no Brasil, e, mais tarde, no Chile e na Argentina - ficaria - como já está ficando, de fato - com todas as armas, e a esquerda, com todas as vítimas.
Nações e pessoas precisam aprender que, às vezes, é preciso saber dar um passo para trás para depois tentar avançar de novo.
É preciso resistir, mas com um projeto claro para o país.
A corajosa defesa do governo Dilma por parte de grandes lideranças da agricultura e da indústria brasileira, como os senadores Kátia Abreu, ex-Presidente da Confederação Nacional da Agricultura, e Armando Monteiro, ex-Presidente da Confederação Nacional da Indústria, mostram que não é impossível sonhar com uma aliança que una empresários e trabalhadores nacionalistas em torno de um projeto vigoroso e coordenado de desenvolvimento, que possa promover o fortalecimento do país, do ponto de vista econômico, militar e geopolítico - é preciso preservar e concluir os programas concebidos e iniciados nos últimos anos, como o dos caças Gripen NG BR, o do submarino atômico nacional, o do cargueiro multipropósito KC-390, o dos tanques leves Guarani, o projeto de enriquecimento de urânio da Marinha - e evitar, ao mesmo tempo, a abjeta entrega de nossas riquezas, como os principais poços do pré-sal, já descobertos, desenvolvidos e produzindo, aos estrangeiros (até mesmo a estatais estrangeiras, como estão defendendo, em absurda contradição, parte de nossos privatistas de plantão).
A costura de uma aliança que evite a subordinação e o caos e a transformação do país em uma nação fascista, na prática, em pouco mais de dois anos, deveria ser, daqui pra frente, a primeira missão de todo cidadão brasileiro - ou ao menos daqueles que tenham um mínimo de consciência e de informação - neste país assolado pelo ódio e pela mentira, a hipocrisia e a ignorância.
A divisão da Nação, a crescente radicalização e o isolamento antidemocrático das forças de esquerda - que devem combater esse isolamento também internamente e rapidamente se organizar sob outras legendas e outras condições - a fratura da sociedade nacional; a desqualificação da política e da democracia; só interessam àqueles que pretendem consolidar seu domínio sobre o nosso país, evitando que o Brasil fortaleça sua soberania e a sua sociedade, em todos os aspectos, e que venha a ocupar o lugar que lhe cabe no mundo, como quinta maior nação do planeta em população e território.
É preciso costurar uma ampla aliança nacional, que parta, primeiramente, do centro nacionalista - se não existir, é preciso criar-se um - suprapartidária, politicamente includente, equilibrada e conciliatória, que una militares nacionalistas da reserva - e eles existem, vide o Almirante Othon, por exemplo - empresários como Armando Monteiro e Kátia Abreu, técnicos e engenheiros desenvolvimentistas, grandes empresas de capital majoritariamente nacional e os trabalhadores, começando pelos de grandes estatais como a Petrobras, em torno de um projeto que possa evitar a descaracterização e a destruição da Democracia, o estupro das liberdades democráticas e dos direitos individuais, o pandemônio político einstitucional e a "fascistização" do país, com a entrega de nossas riquezas e de nosso futuro aos ditames internacionais.
Vamos fazê-lo?
Texto original: MAURO SANTAYANA

Fotos do corpo do ator Domingos Montagner vazam na web?

Fotos do corpo do ator Domingos Montagner vazam na web?


O Brasil perdeu um grande artista na tarde da última quinta-feira, dia 15. O ator Domingos Montagner, que deu vida ao personagem Santo dos Anjos, na novela Velho Chico, morreu afogado nas águas do Rio São Francisco. Uma tragédia que comoveu o país.
Fizemos cobertura dos acontecimentos aqui no Momento Verdadeiro. As informações estão disponíveis neste link. O corpo de Domingos Montagner será enterrado neste sábado (17). Publicamos um vídeo com todas as informações sobre o sepultamento do ator. Veja aqui
Neste post vamos falar sobre outro fato muito triste que aconteceu após a morte de Domingos Montagner. As redes sociais, onde a família do ator recebeu várias mensagens de apoio durante este momento de dor e tristeza, também foi inundada de supostas fotos do corpo do ator. 
O texto diz que fotos do corpo de Domingos Montagner vazaram na internet. Essas imagens estão sendo compartilhadas por muitos internautas. Porém as fotos que estão circulando na web não são do ator de Velho Chico e sim de outras pessoas. São imagens de outros casos noticiado pela imprensa, como você pode conferir nesta reportagem do portal G1 e também nesta reportagem do site Tribuna Hoje.    
Diante deste triste acontecimento que pegou todos de surpresa. Queremos deixar registrado aqui nossos sinceros sentimentos aos familiares e amigos do ator. Mas não poderíamos deixar de esclarecer para nossos leitores que estas fotos, que estão circulando pelo WhatsAPP e pelas redes sociais, não são fotos do corpo do ator Domingos Montagner. Também cabe ressaltar que compartilhar imagens inadequadas é crime e está previsto no artigo 212 do Código Penal Brasileiro, tipificado como vilipêndio a cadáver.
Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

QUEDA DE AVIÃO EM NOVO PROGRESSO É DESTAQUE NO FANTÁSTICO E NA MÍDIA ESTADUAL

QUEDA DE AVIÃO EM NOVO PROGRESSO É DESTAQUE NO FANTÁSTICO E NA MÍDIA ESTADUAL


Resultado de imagem para fantastico

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

DOM ELISEU : POLÍCIA PRENDE UM DOS ENVOLVIDOS AO ASSALTO MILIONÁRIO NA PROSEGUR EM MARABÁ. COM O ACUSADO FORAM APRENDIDOS 300 MIL EM DINHEIRO,DOIS FUZIS, UMA PISTOLA, 120 TABLETES DE MACONHA E 5 COLETES A PROVA DE BALAS

DOM ELISEU : POLÍCIA PRENDE UM DOS ENVOLVIDOS AO ASSALTO MILIONÁRIO NA PROSEGUR EM MARABÁ. COM O ACUSADO FORAM APRENDIDOS 300 MIL EM DINHEIRO,DOIS FUZIS, UMA PISTOLA, 120 TABLETES DE MACONHA E 5 COLETES A PROVA DE BALAS

bin-laden

Foi preso neste final de semana em Dom Eliseu, no sudeste do Pará, Antônio Rangel Duarte Lima. Ele é acusado de ter participado do assalto à empresa Prosegur ocorrido na semana passada em Marabá. Ele foi preso em flagrante pela comitiva do delegado Anselmo Villela Matos, de Dom Eliseu, por porte ilegal de armas, receptação e tráfico de drogas. A polícia encontrou com ele dois fuzis, uma pistola ponto 40, R$ 300 mil em dinheiro, 120 tabletes de maconha e 5 coletes à prova de balas, sendo um deles da Polícia Civil de São Paulo.

Ele foi apresentado oficialmente ainda na manhã desta segunda-feira (12) na Delegacia Geral de Polícia Civil em Belém. A 21ª Superintendência de Polícia Civil de Marabá vai pedir a prisão preventiva do acusado, pois há fortes indícios de que ele esteja envolvido no assalto que aconteceu a empresa de segurança e transporte de valores em Marabá. É o primeiro indício forte de um acusado envolvido diretamente no assalto no município.bin-laden-1
 
A Divisão de Repreensão ao Crime Organizado – DRCO – do Pará está mantendo contato com as Polícias dos estados do Maranhão, Tocantins e São Paulo para solicitar apoio nas investigações.
Na sexta-feira passada (9) a Polícia Militar prendeu um dos suspeitos de participar do assalto a empresa de transporte de seguros Prosegur em Marabá no dia 5. O homem, conhecido como “Nêgo” e que não teve o nome divulgado, pode ser um dos que deram suporte logístico aos assaltantes, ajudando-os nos barcos que empreenderam fuga pelo rio Tocantins. A informação foi confirmada pelo Tenente Carlos Alex Valino, do 4º Batalhão de Polícia Militar em Marabá.




Desde julho o SINTEPP Marabá tem tido longas batalhas para garantir as conquistas da categoria.
Sobre as ações judiciais temos a citar:
Mandado de segurança suspendendo os efeitos do Decreto 152/2016 que fez 1.175 professores sofrerem cortes nos vencimentos.
Conseguimos uma liminar favorável.
O Prefeito Luis Carlos interpôs agravo de instrumento em Belém, mas a decisão foi desfavorável a ele e a liminar por nós conseguida aqui em Marabá permanece hígida.
Neste agravo de instrumento a Assessoria Jurídica já apresentou manifestação defendendo o acerto da liminar.
Protocolamos ação pedindo o bloqueio das contas da PMM para garantir nossos pagamentos.
Nesta ação estamos aguardando pronunciamento do Judiciário.
Hoje, 02/09, protocolamos mais duas ações: uma sobre o pagamento do retroativo do piso e outra sobre os descontos que 1.175 professores sofreram no pagamento de junho/2016.
Nestas duas ações lembramos que desde 05 de agosto tínhamos avisado que as ações estavam prontas. Todavia, a Categoria, em assembleia, decidiu por tentarmos resolver administrativamente.
Ocorre que passado um mês não conseguimos nenhum avanço e nenhuma proposta, o que nos obrigou a ajuizar as ações.
Vale lembrar que mesmo ajuizando as demandas estamos dispostos a dialogar com a Administração Municipal. Tanto que requeremos nas ações uma audiência de conciliação.
Esclarecemos, desde agora, que não podemos prever um tempo, um prazo, para ocorrer audiência ou mesmo termos uma decisão do Judiciário. Daí o motivo de termos tentado solucionar o caso administrativamente, mas nossas tentativas foram em vão.
Em relação às ações que questionam as progressões e os retroativos, uma delas já está pronta e está aguardando apenas documentos complementares. Tão logo seja protocolada a Coordenação divulgará a Informação.
Essas duas ações temos previsão de que até dia 15/09 uma estará protocolada (talvez até antes, depende apenas do acesso aos documentos complementares) e a outra até dia 30/09.
Porém, já alertamos que não temos como prever uma data para a solução do caso, já que dependemos do Poder Judiciário.   
                   Sobre o caso Unimed, fizemos uma representação no Ministério Público em maio/2016. Ocorre que os problemas estão se agravando, e diante disso vamos buscar documentos para instruir em uma ação a ser proposta pelo SINTEPP. Tão logo consigamos os documentos vamos ajuizar a ação.
Lembramos apenas que não podemos, nesse momento, indicar uma data de ajuizamento, já que precisamos conseguir vários documentos para anexar no processo.

terça-feira, 6 de setembro de 2016

OPERAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL DESARTICULA BANDO QUE FRAUDAVA A PREVIDÊNCIA SOCIAL NO PARÁ

OPERAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL DESARTICULA BANDO QUE FRAUDAVA A PREVIDÊNCIA SOCIAL NO PARÁ

Resultado de imagem para policia federalA Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (6) a operação Contumácia II, para desarticular uma organização criminosa especializada em fraudes na Previdência Social no Pará. Estão sendo cumpridos nove mandados de busca e apreensão, três prisões preventivas, cinco prisões temporárias e duas conduções coercitivas, quando a pessoa é levado para depor, na região metropolitana de Belém, São Miguel do Guamá, Santarém e Marabá.

Segundo a Polícia Federal, na primeira fase da operação, deflagrada em fevereiro deste ano, foi identificada a existência de beneficiários fictícios, denominados “cidadãos de papel” pela inteligência policial. Até a presente data, a quadrilha já teria provocado um rombo de mais de R$ 5 milhões aos cofres da Previdência Social.

As investigações revelaram ainda fraudes na concessão de benefícios de prestação continuada, amparo assistencial ao idoso e deficiente físico. Os crimes praticados pelos membros da organização criminosa são diversos, como uso de documentos falsos, inserção de dados falsos nos sistemas informativos do INSS, corrupção ativa e passiva.

Aproximadamente 65 policiais federais e cinco servidores da Assessoria Estratégica e de Gerenciamento de Risco (PAEGR/PA), vinculado ao Ministério da Previdência Social, estão envolvidos na ação desta terça-feira. A operação também terá como consequência o cancelamento de 490 benefícios fraudulentos, evitando um prejuízo de aproximadamente R$ 20 milhões.

INDEFERIMENTO DO PEDIDO DE VALMIR CLIMACO CONTRA JUIZ ELEITORAL QUE PERMITIU PROPAGANDA ELEITORAL NA TV E NO RÁDIO É DESTAQUE NA COLUNA REPORTER 70 DO LIBERAL DE HOJE

INDEFERIMENTO DO PEDIDO DE VALMIR CLIMACO CONTRA JUIZ ELEITORAL QUE PERMITIU PROPAGANDA ELEITORAL NA TV E NO RÁDIO É DESTAQUE NA COLUNA REPORTER 70 DO LIBERAL DE HOJE

Não caiu bem no meio jurídico do Pará a tentativa frustrada da coligação do PMDB de Itaituba (leia-se Valmir Climaco) que tentou barrar a propaganda eleitoral no rádio e na televisão. No pedido, a coligação do morubixaba do PMDB local diz que o juiz eleitoral Claytoney Passos errou ao permitir a veiculação da propaganda eleitoral na TV e no rádio.  Para muitos operadores do direito, não é bem intencionado aquele que tenta impedir que a população tenha acessos as propostas dos candidatos. A celeuma é destaque na coluna REPORTER 70 da edição de hoje do jornal O LIBERAL.


segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Acidente entre ambulância e ônibus devido à impressora deixa oito feridos

Veículos colidiram no km 97 da BR-408, próximo à Arena de Pernambuco. Impressora caiu na rodovia, e ambulância atingiu um ônibus que tentou frear
Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Ambulância após a colisão
com o ônibus na BR-408
Uma colisão na BR-408 entre um ônibus da linha Recife-Timbaúba e uma ambulância deixou oito pessoas feridas no início da tarde desta segunda-feira (5). O acidente, ocorrido no Km 97, em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife, resultou na interdição das pistas no sentido Carpina durante uma hora para o atendimento às vítimas, realizado pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu) e pelo Corpo de Bombeiros, que foram acionados às 12h40.

Leia também: 




De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que enviou uma equipe para o local, uma impressora caiu de uma pick-up que transportava equipamentos de informática pela BR-408. O motorista do ônibus que vinha em seguida tentou frear, mas o condutor da ambulância que estava atrás não conseguiu desviar a tempo e colidiu com o ônibus no trecho da rodovia próximo à Arena de Pernambuco.


Metade das vítimas foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, que enviou sete viaturas para o local do acidente. Entre elas, estava o motorista da ambulância, de 41 anos, que sofreu fraturas nos braços e no rosto, além de um ferimento na testa. Ele foi conduzido, inicialmente, para a Unidade de Prontoatendimento (UPA) dos Torrões, na Zona Oeste, e, em seguida, para o Hospital da Restauração (HR), na área central do Recife. Também foi levada para o HR uma mulher de 44 anos, que apresentava suspeita de fratura nas pernas.
 
Equipes da PRF, dos Bombeiros e do Samu foram enviadas para o local do acidente (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Os outros dois feridos socorridos pelos bombeiros foram uma jovem de 21 anos, que sofreu uma fratura na perna direita, e uma mulher de 41 anos, que sofreu uma fratura na coxa direita, fraturas nos braços, além de um ferimento com hemorragia no braço direito. Essas duas vítimas foram encaminhadas para o Hospital Getúlio Vargas, no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste da capital pernambucana.

As outras quatro vítimas que ficaram feridas no acidente foram socorridas pelo Samu. De acordo com a Secretaria de Saúde do Recife, dois desses feridos foram levados para a UPA do Curado, na Zona Sul da cidade; um foi socorrido para o Hospital Oswaldo Cruz, no bairro de Santo Amaro, no Centro da capital; e um para o HR, também na área central do Recife.

G1 PE

COLUNA DE RONALDO BRASILIENSE DIZ QUE "EFEITO CORRUPÇÃO" ATINGE CANDIDATOS A PREFEITO DO PMDB NA MAIORIA DOS MUNICÍPIOS DO PARÁ


Na edição do jornal O LIBERAL, que circulou ontem, o jornalista Ronaldo Brasiliense, em sua coluna, POR DENTRO, aponta os escândalos de corrupção envolvendo o nome de Jáder Barbalho como principais causadores da aversão de eleitores a candidatos a prefeito do PMDB em todo o Pará. Em dois casos, PARAUAPEBAS E ITAITUBA, os candidatos do PMDB, Darci Lermen e Valmir Climaco, tentam barrar, na justiça eleitoral, o horário gratuito de propaganda eleitoral no rádio e na televisão. O que será que querem esconder do eleitor ???

BANDO DE 30 HOMENS TOCA TERROR EM ASSALTO CINEMATÓGRAFICO NA EMPRESA DE VALORES PROSEGUR EM MARABÁ. BANDIDOS DINAMITARAM ESCOLA E ATEARAM FOGO EM PONTE. QUADRILHA ROUBOU CERCA DE R$ 50 MILHÕES

BANDO DE 30 HOMENS TOCA TERROR EM ASSALTO CINEMATÓGRAFICO NA EMPRESA DE VALORES PROSEGUR EM MARABÁ. BANDIDOS DINAMITARAM ESCOLA E ATEARAM FOGO EM PONTE. QUADRILHA ROUBOU CERCA DE R$ 50 MILHÕES

Marabá3

A madrugada desta segunda-feira, 5, foi marcada em Marabá por um assalto inédito na história do município e, talvez, do Pará. Uma quadrilha fortemente armada, com dezenas de bandidos encapuzados, explodiu a sede da empresa de valores Prosegur, que guarda todo o dinheiro que abastece as agências bancárias de Marabá e região, levou milhões, deixando um rastro de destruição no quarteirão.Casa ao lado

Os bandidos chegaram ao prédio da Prosegur (localizado na Avenida Itacaiúnas, 1.470) por volta de 1h40. Se espalharam pelo quarteirão e evitaram que populares se aproximassem. Soltaram rajadas de bala para afugentar pessoas e ao mesmo tempo para anunciar aos vizinhos o início da operação de guerra. Cinco minutos depois fizeram a primeira detonação de bananas de dinamites que destruiu o muro da empresa e os veículos que estavam estacionados em frente. Passados mais cinco minutos veio a segunda detonação: precisa e cirúrgica para abrir o cofre.bananas de dinamites que ficaram no local
 
Com o auxílio de quatro camionetes e um Corola, os bandidos encheram os veículos com sacos de dinheiro. A ação da quadrilha durou cerca de 40 minutos. Na fuga, os bandidos chegaram a trocar tiros com policiais militares que estavam em uma viatura em frente ao aeroporto. Era a única equipe que estava do lado de cá da ponte sobre o Rio Itacaiunas. No tiroteio, uma policial ficou ferida na perna, mas nada de grave.bananas de dinamites que ficaram no local
 
A empresa fica localizada no núcleo Cidade Nova, enquanto quartéis da PM, sede da Polícia Civil, Exército e Polícia Federal estão todos sediados no núcleo Nova Marabá. Para chegar ao Cidade Nova precisariam passar pela ponte sobre o Rio Itacaiunas, de 510 metros. Estrategicamente, os bandidos fecharam as duas pontes que unem os dois núcleos com duas carretas, ateando fogo sobre elas.Cenário de guerra
 
A polícia ficou entrincheirada do outro lado. E, segundo moradores da Rua Itacaiunas, só conseguiu chegar à sede da Prosegur dez minutos depois que os bandidos foram embora. Relatos desses mesmos vizinhos dão conta que os bandidos não levaram todo o dinheiro. O despojo ficou para populares que entraram na sede da empresa logo depois dos bandidos e saíram com sacos de dinheiro. “Um cara saiu com sete sacos de dinheiro. As pessoas levaram pacotes e pacotes. Acho que vão se apanhados depois”, disse um dos vizinhos da Prosegur, que pediu reserva de seu nome.Sede da Sespa
 
Com o auxílio de quatro camionetes e um Corola, os bandidos encheram os veículos com sacos de dinheiro. A ação da quadrilha durou cerca de 40 minutos. Na fuga, os bandidos chegaram a trocar tiros com policiais militares que estavam em uma viatura em frente ao aeroporto. Era a única equipe que estava do lado de cá da ponte sobre o Rio Itacaiunas. No tiroteio, uma policial ficou ferida na perna, mas nada de grave.
 
A empresa fica localizada no núcleo Cidade Nova, enquanto quartéis da PM, sede da Polícia Civil, Exército e Polícia Federal estão todos sediados no núcleo Nova Marabá. Para chegar ao Cidade Nova precisariam passar pela ponte sobre o Rio Itacaiunas, de 510 metros. Estrategicamente, os bandidos fecharam as duas pontes que unem os dois núcleos com duas carretas, ateando fogo sobre elas.
A polícia ficou entrincheirada do outro lado. E, segundo moradores da Rua Itacaiunas, só conseguiu chegar à sede da Prosegur dez minutos depois que os bandidos foram embora. Relatos desses mesmos vizinhos dão conta que os bandidos não levaram todo o dinheiro. O despojo ficou para populares que entraram na sede da empresa logo depois dos bandidos e saíram com sacos de dinheiro. “Um cara saiu com sete sacos de dinheiro. As pessoas levaram pacotes e pacotes. Acho que vão se apanhados depois”, disse um dos vizinhos da Prosegur, que pediu reserva de seu nome.
 
 
 
 
O rastro de destruição do assalto cinematográfico que abalou Marabá na madrugada desta segunda-feira, 5, atingiu casas até um raio de 200 metros da sede da empresa Prosegur, localizada na Rua Itacaiunas, bairro Novo Horizonte.

Casas ao lado e em frente ficaram praticamente destruídas. Parte do teto da escola Francisco de Souza Ramos, que também fica localizada em frente à sede da empresa de valores, foi ao chão.
O vigilante de prenome Ribamar conversou com a Reportagem do blog por volta de 6 horas da manhã e contou o drama que viveu desde que ouviu os primeiros disparos. Disse que assim que ouviu os tiros, correu para os fundos da escola e se jogou no chão. Em seguida, os bandidos jogaram, segundo ele, uma banana de dinamite no teto da escola e destruiu paredes, salas de aula, móveis e o prédio corre o risco de desabar com rachaduras na fachada.Vizinhos também abriram suas casas para a reportagem e mostraram o que sobrou.
 
Na casa vizinha à Prosegur, a mais destruída, cinco veículos, sendo quatro camionetes, tiveram avarias. Paredes foram ao chão, móveis e teto idem. As seis pessoas que estavam no interior ficaram refugiadas em um quarto nos fundos assim que ouviram os primeiros disparos. “Vi que ia dar merda. Juntei minha esposa, filhos e corremos para o fundo. Se a gente ficasse no quarto, teríamos morrido. A dinamite destruiu todo o quarto”, disse o empresário, que pediu reserva de seu nome. Ele espera que a empresa de valores se responsabilize pelos danos causados em sua propriedade.
 
Esse é o sentimento, também, de pelos menos outros 22 moradores da vizinhança que sofreram danos em suas casas.A sede do 11º Centro Regional da Sespa (Secretaria de Estado de Saúde Pública) em Marabá, que fica a 100 metros do local, também ficou parcialmente destruída. Na sala da Diretoria Técnica o teto ficou com um buraco de dois metros de diâmetro e o forro desabou. Vidraças viraram caquinhos e os servidores não foram trabalhar. Moradores da Rua Moisés Jadão, a 200 metros do local da explosão, também abriram suas casas para a reportagem do blog fotografar o cenário de terror e destruição que ficou. “Ninguém dormiu mais depois daquela explosão. Seis pessoas moram aqui em casa, uma moça está de resguardo porque ganhou filho há três dias. Ela está muito abalada”, contou Rosa de Fátima Silva.

sábado, 3 de setembro de 2016

É CADA UMA: JOVEM USOU ARMA DE PM PARA COMETER SUICÍDIO EM PARAUAPEBAS

JOVEM USOU ARMA DE PM PARA COMETER SUICÍDIO EM PARAUAPEBAS

MikaelyNa noite desta quarta-feira, 31, Mikaely Steffany Ferraz Spinola (foto), uma jovem de apenas 22 anos supostamente tirou a própria vida em Parauapebas. O fato se deu no bairro Rio Verde, na residência onde a jovem morava com uma amiga, e o Cabo PM Gleidson Maciel estava presente quando do acontecido. Os dois mantinham um relacionamento amoroso.
 

As primeiras informações dão conta que a arma usada para o suicídio estava em poder do cabo e é cautelada da Polícia Militar, e que o servidor público, que é lotado no 23º Batalhão de Polícia Militar, em Parauapebas, não poderia estar com ela no local.
 
Informações repassadas pelo Delegado Gabriel Henrique Alves Costa, titular da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, dão conta que o casal havia saído para comer um espetinho e logo após retornou ao condomínio, situado na Rua Amazonas, onde deu-se uma discussão motivada por ciúmes, quando em dado momento Gleidson Maciel ficou assistindo televisão na sala e Mikaele Ferraz entrou no quarto. Logo em seguida o militar teria recebido uma mensagem de texto dizendo que a partir daquele momento ele poderia se sentir livre para ficar com uma nacional que atende por “Danny”, e logo em seguida escutou o estampido do disparo.
 
Logo após o ocorrido, o cabo PM entrou em contato com seus superiores no 23º BPM e todos os procedimentos cabíveis na ocasião foram adotados junto à delegacia de polícia Civil, IML e familiares. A arma foi apreendida e levada para ser periciada.
O local do crime foi periciado e a necropsia feita hoje pela manhã, mas o Instituto Renato Chaves ainda não divulgou o laudo.
 
Instado a se pronunciar, o comandante da Polícia Militar aguarda maiores informações sobre o caso para posteriormente emitir uma nota oficial da corporação.

JUSTIÇA AFASTA PREFEITO E PRESIDENTE DA CÃMARA DE OEIRAS DO PARÁ

JUSTIÇA AFASTA PREFEITO E PRESIDENTE DA CÃMARA DE OEIRAS DO PARÁ

A Justiça Estadual acatou pedido do Ministério Público do Estado, em ação civil pública por ato de improbidade administrativa ajuizada em Oeiras do Pará pelos promotores de Justiça Gabriela Rios Machado e Bruno Beckembauer Sanches Damasceno, com o apoio do Núcleo de Combate à Corrupção e à Improbidade Administrativa, através do procurador Nelson Medrado e deferiu medida cautelar de afastamento do prefeito e da presidente da Câmara Municipal.

A ação foi proposta em face do prefeito Ely Marco Rodrigues Batista, sua esposa e presidente da Câmara Malena Gaia Batista, secretários de governo, empresários e empresas.

No decorrer das investigações foi apurado que somente através das empresas diretamente envolvidas e, na maioria com poder de gerenciamento do próprio prefeito, os prejuízos ao erário foram de R$ 74.585.735,08, sendo que deverá ser aplicado ainda sobre esse valor correção monetária e juros.

Ely Marcos e Malena Batista são acusados, mediante a existência de provas, pelos seguintes atos caracterizados por improbidade administrativa: contratação de serviços e compra de produtos sem procedimentos licitatórios; direcionamento, montagem e fraude de procedimentos licitatórios; construção de obras pela prefeitura em substituição a empresa contratadas; beneficiamento de empresas em detrimento do erário; fabricação de nota fiscal; doação de produtos esportivos e materiais de construção a população sem qualquer amparo legal; compra ilícita em nome de familiares de área do patrimônio público municipal e ainda com preços bem abaixo do mercado.

Além disso o Ministério Público apurou que houve a contratação ilegal do filho do prefeito Josué Gaia Batista, que recebia mensalmente dos cofres públicos de Oeiras do Pará sem jamais ter trabalhado de qualquer forma.

Ocorreu ainda fraude na merenda escolar na qual produtos foram superfaturados e os funcionários públicos retiveram em proveito pessoal grande parte dos valores que deveriam ser destinados aos cofres públicos, enquanto isso a maioria dos alunos de Oeiras ficavam sem merenda escolar ou com merenda de forma inadequada.

As empresas rés são: Andreia Santana Ferreira ME, Coelho e Borges Comercio e Serviço e Serviço de Construções; S.M.S Costa Serviços de Construções Eirelli-ME; M.A Moraes Comercio; ZM Pantoja, R. F. SILVA – EPP, Tapajós & Santos LTDA-EPP e André e Oliveira Distribuição LTDA; In de Campos Damasceno-EPP, ASPAM-Construções e Serv. Ltda, Amazon Construções e Serv. Ltda, Pará Papel Com, Serviços Ltda e Nova Era e Iveraldo Nazaré de Campos Damasceno – EPP.

Além da concessão da cautelar de afastamento do prefeito e da presidente da Câmara, as contas bancarias de todos os envolvidos foram bloqueadas para garantir o ressarcimento ao erário.

“É válido esclarecer que o pedido de afastamento no período eleitoral foi analisado com bastante cuidado. A investigação foi concluída, pelo menos na seara da improbidade, no mês de junho, mas os fatos são muitos e as provas fartas precisaram ser trabalhadas e desencadearam em uma inicial de 129 páginas e dezenas de volumes de documentos. No caso concreto não existia outra alternativa, e qualquer outro ato adotado pelo Ministério Público, senão o pedido de afastamento liminar, representaria não atender os interesses públicos e sociais dos quais somos guardiões a nível Constitucional", declarou Bruno Beckembauer.

E continuou: "o Ministério Público não pode pautar sua atuação, em casos semelhantes a este, pelo calendário eleitoral. A meta sempre deve ser defender interesses sociais e coletivos e não privados e escusos de pessoas e empresas que se locupletam do erário. Através da investigação realizada pela instituição constatou-se que as provas colhidas indicam que os ilícitos praticados pelos réus são graves, agridem de forma severa diariamente direitos constitucionais de toda a população de Oeiras".

"Frisa-se ainda que o ajuizamento da ação não representa tentativa de intervenção sobre o Poder Executivo e Legislativo, pelo contrário, o objetivo da atuação é zelar pelo Estado Democrático de Direito, pelos princípios constitucionais e pelo direito a saúde e a educação dos cidadãos de Oeiras do Pará, não por outra razão, somente através desta primeira ação, já que outras deverão ser ajuizadas, os valores apurados de desvio já alcançam mais de R$ 74 milhões. Portanto a exemplo, ver crianças sem merenda escolar diariamente e esperar o tempo passar é no mínimo irresponsabilidade e omissão”, frisou Beckembauer.

Pará: Secretaria Estadual de Turismo estima que Círio atraia 80 mil turistas e gere US$ 30,5 milhões

Pará: Secretaria Estadual de Turismo estima que Círio atraia 80 mil turistas e gere US$ 30,5 milhões

Procissão-do-Círio-de-nazaré-em-BelémMais de 80 mil turistas e uma receita de US$ 30,5 milhões. Estes são os números estimados para a edição deste ano do Círio de Nazaré, que foram apresentados pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur) em parceria com o Departamento Intersindical de Estudos e Estatísticas Socioeconômicos (Dieese-Pa), na manhã da quinta-feira (1º), no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.
“Os números são fundamentais para o planejamento, não somente para o setor público quanto para o privado. E a partir do estudo desses números é possível traçar estratégias dentro da dinâmica da festividade e da evolução da competitividade do mercado. Isso parte de um trabalho maior que tem como objetivo fazer gradativamente desse estado a obra-prima da Amazônia”, afirma o secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes. “O Pará é um privilegiado por ter um produto turístico como o Círio de Nazaré, que atende o segmento religioso, trazendo novos postos de trabalho, geração de renda e melhor qualidade de vida ao paraense”, concluiu.
A apresentação feita pelo economista do Dieese-PA, Roberto Sena, e pelo coordenador de Estudos, Estatísticas e Pesquisas da Setur, Admilson Alcântara, mostrou que o Maranhão (15,7%), Ceará (13,6%), Rio de Janeiro (11,6%), Amazonas (9,4%) e Bahia (7,1%) são os principais mercados emissores de turistas para a capital paraense por ocasião do Círio de Nazaré. A pesquisa revelou também que a principal faixa etária é de 35 a 50 anos (31,1%), que o avião (58,3%) é o meio de transporte mais utilizado, hospedados preferencialmente na casa de parentes (33,2%) e hotéis (32,2%), e permanecendo em média 7,38 dias em Belém.
“Somos o único estado do país a ter uma pesquisa voltada ao segmento do turismo religioso com esta magnitude, de um ícone que é o Círio de Nazaré, com números consolidados e bastante consistentes”, destaca Sena.
A Basílica de Nazaré (26%), Estação das Docas (24,3%), Ver-o-Peso (20,7%), Mangal das Garças (9,3%) e Portal da Amazônia (3,5%) são os cinco locais mais visitados e procurados pelo turista durante sua estadia na capital paraense para a festividade do Círio. Além disso, os visitantes apontaram a gastronomia, a hospitalidade, os pontos turísticos, a religiosidade e a cultura como os principais pontos positivos da cidade.

ELEIÇÕES 2016 : TRE COMEÇA O TREINAMENTO DE MESÁRIOS

ELEIÇÕES 2016 : TRE COMEÇA O TREINAMENTO DE MESÁRIOS

Resultado de imagem para treinamento de mesario 2016

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) inicia nesta quinta-feira (1º), em Belém, os treinamentos para os voluntários que irão atuar como mesários nas eleições municipais de 2016 na capital paraense. O cronograma de atividades se encerra no próximo dia 23 de setembro.

Segundo o TRE, Belém contará com 800 mesários distribuídos em 225 seções eleitorais no dia do pleito. Os interessados em desempenharem a função precisam ter idade superior a 18 anos e não serem candidatos ou pertencerem a diretórios de partidos políticos.

A novidade para este ano é que aqueles voluntários que não puderem comparecer ao treinamento presencial neste mês podem realizá-lo pela internet, no site do TRE.

Para os mesários que irão trabalhar no primeiro turno, e aqueles que seguirão em municípios onde haverá segundo turno, o Tribunal assegura atestado que dá direito a dois dias de folga para cada dia trabalhado. Os mesários também podem utilizar os dias trabalhados como critérios de desempate em alguns concursos, além de contabilizar como horas extracurriculares se forem universitários.

PARAGOMINAS : PROMOTOR PEDE A CASSAÇÃO DOS REGISTROS DE TODOS OS CANDIDATOS A PREFEITO E VEREADOR

PARAGOMINAS : PROMOTOR PEDE A CASSAÇÃO DOS REGISTROS DE TODOS OS CANDIDATOS A PREFEITO E VEREADOR

Uma Ação da promotoria de Paragominas pede a cassação de registro de candidatura, diplomas e ainda aplicação de multa ao atual prefeito da cidade e aos vereadores, todos candidatos na eleição 2016, que cometeram crime eleitoral ao votar e sancionar, em período vedado pela lei eleitoral (§ 10, do artigo 73 da Lei 9.504/97), uma lei que institui meia-entrada para todos os servidores municipais.

Após ter sido aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito da cidade, Paulo Pombo Tocantins, a lei (Lei Municipal n.º 913) foi publicada e começou a vigorar no dia 3 de agosto de 2016 assegurando o pagamento de 50 % do valor cobrado para ingresso em casas de diversões, praças desportivas e similares, a todos os servidores públicos municipais, aos professores da rede particular de ensino e também professores inativos de Paragominas.

A questão é que a publicação da lei que concedeu o benefício ocorreu às vésperas do maior evento de entretenimento artístico e cultural da cidade: a Feira Agropecuária de Paragominas (AGROPEC). O evento é promovido pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Paragominas (de 6 a 14 de agosto) que acionou o Ministério Público alegando perdas na casa de centenas de milhares de reais por conta da medida.

Em primeira decisão, a titular da 1ª Vara Cível e Empresarial da Comarca de Paragominas, Dra. Gisele Mendes Camarço, ao apreciar o pedido do Sindicato dos Produtores Rurais, determinou a suspensão da vigência da lei até decisão da ação principal.

O promotor Reginaldo César Lima Álvares explicou que houve necessidade de atuação do Ministério Público uma vez que “a conduta dos representados agentes públicos se constitui em conduta vedada no período eleitoral. O mero encaminhamento de projeto de lei à Câmara Municipal em ano eleitoral já é suficiente para configurar conduta vedada, maior é a reprovação na hipótese de sanção e publicação no ano em que se realizam as eleições”, esclarece.

A edição de Lei Municipal em ano eleitoral concedendo benefícios diretos aos eleitores constitui em conduta vedada, prevista no § 10, do artigo 73 da Lei 9.504/97. O propósito do dispositivo é o de evitar abusos das autoridades políticas no uso de seus poderes administrativos, a favor de suas candidaturas ou de seus partidos e provocar desequilíbrios na disputa eleitoral.


Os envolvidos na ação são:


1. ANTONIO BATISTA OLIVEIRA LOPES, vereador e candidato à reeleição pela Coligação PELO TRABALHO DA MOBILIZAÇÃO SOCIAL;
2. ANTÔNIO SÉRGIO SILVA, vereador e candidato à reeleição pela Coligação PARAGOMINAS VEM COM A GENTE;
3. AURIZÉLIA LIMA DE SOUZA, vereadora e candidata à reeleição pelo PARTIDO VERDE;
4. BELONICE RIBEIRO CORREA, candidata ao cargo de vereadora pela Coligação PARAGOMINAS EM BOAS MÃOS;
5. DAVID SODRÉ HONORATO, vereador e candidato à reeleição pela Coligação UNIDOS POR UMA REFORMA POLITICA;
6. DENISE TEREZINHA GABRIEL, candidata e vereadora pela Coligação PARAGOMINAS EM BOAS MÃOS;
7. GILBERTO DE SOUZA PIRES, atualmente vereador pela coligação UNIDOS POR UMA REFORMA POLITICA;
8. JANIVAL SANTOS DE CASTRO, atualmente vereador e candidato à reeleição pela Coligação PARAGOMINAS EM BOAS MÃOS;
9. MAURO ROBERTO DIAS DE OLIVEIRA, atualmente vereador e candidato à reeleição pela Coligação JUNTOS POR UMA NOVA POLÍTICA;
10. ZAQUEL PEREIRA DA SILVA, atualmente vereador, candidato à reeleição pela Coligação PARAGOMINAS EM BOAS MÃOS;
11. LEOMARINO ANDRADE, candidato ao cargo de Vereador pela Coligação TODOS POR PARAGOMINAS;
12. MANUEL BRASILINO DA FONSECA, candidato ao cargo de Vereador de Paragominas pela Coligação PARAGOMINAS EM BOAS MÃOS;
13. MOZIMEIRE PEREIRA DE SOUZA COSTA, candidata ao cargo Vice-Prefeita pela Coligação PARAGOMINAS CADA VEZ MELHOR, tendo como candidato a Prefeito Paulo Pombo Tocantins;
14. JEFERSON GOTARDO PANCIERI, candidato ao cargo de Vice-Prefeito pela Coligação PARAGOMINAS PODE MAIS, tendo como candidato a Prefeito, o sr. João Bosco Silva Almeida;
15. JOÃO BOSCO SILVA ALMEIDA, candidato ao cargo de Prefeito pela Coligação PARAGOMINAS PODE MAIS;
16. PAULO POMBO TOCANTINS, candidato ao cargo de Prefeito pela Coligação PARAGOMINAS CADA VEZ MELHOR;

Os representados MOZIMEIRE PEREIRA DE SOUZA COSTA e JEFERSON GOTARDO PANCIERI embora não tenham praticado o ato de conduta vedada, devem figurar no polo passivo da demanda, pois são candidatos ao cargo de Vice-Prefeito de Paulo Pombo Tocantins e João Bosco Silva Almeida, respectivamente, que participaram da edição da lei municipal n.º 913/2016.

O pedido ainda será avaliado pela Justiça Eleitoral. Se decidir pela cassação de registro de candidatura e diplomas os envolvidos ficam impedidos de concorrer às eleições municipais.

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

ELEIÇÕES 2016 : ELEITOR DO PARÁ PODER[Á USAR APLICATIVO DO CELULAR PARA REGISTRAR E DENUNCIAR CRIMES ELEITORAIS

ELEIÇÕES 2016 : ELEITOR DO PARÁ PODER[Á USAR APLICATIVO DO CELULAR PARA REGISTRAR E DENUNCIAR CRIMES ELEITORAIS

Este ano o eleitor do Pará terá mais um aliado para fazer as denúncias de crimes eleitorais: é o Pardal, um aplicativo de celular que foi desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE), mas que deu tão certo que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu expandir para todos os estados. Segundo o TRE do Pará, o aplicativo de celular será liberado para ser baixado ainda esta semana.

Além do aplicativo, os eleitores também poderão denunciar os crimes pelo disque-denúncia eleitoral. Os voluntários já começaram o treinamento. Eduardo Brasil trabalha desde 2008 como voluntário do disque-denúncia e reparou que a cada eleição as pessoas estão mais conscientes e denunciam as irregularidades.

“As pessoas aprenderam a denunciar a campanha suja. Se tem alguma coisa ilegal, eles ligam para o disque-denúncia. Isso vem funcionando muito bem”, conta Eduardo.

Treinamento
Mais de 20 voluntários da Confederação Nacional dos Bispos do  Brasil (CNBB) começaram o treinamento para  trabalhar no disque-denúncia. De acordo com as instituições, nas eleições de 2014 foram registradas 549 denúncias de crimes eleitorais. Somando os dois turnos, a propaganda ilegal foi a que teve maior ocorrência, seguida da compra de votos. A boca de urna ficou em terceiro lugar.

“É um aplicativo que funciona em IOS e Android. O uso dele é bem simples, através de uma foto ou de um vídeo você faz uma denúncia de alguma irregularidade que você presenciou em relação à campanha eleitoral”,  explica o coordenador de logística das eleições, Dilson Athias.
“Vai facilitar bastante porque quanto mais informações nós tivermos é melhor”, diz a voluntária Carolyne Franco.

DOM ELISEU JUSTIÇA ELEITORAL DEFERIU REGISTRO CANDIDATURA DE GASTON E SEU VICE

DOM ELISEU JUSTIÇA ELEITORAL DEFERIU REGISTRO CANDIDATURA DE GASTON E SEU VICE

 
 

ITAITUBA : MPF RECOMENDA ATENDIMENTO A SAUDE DOS INDÍGENAS APIAKÁS

ITAITUBA : MPF RECOMENDA ATENDIMENTO A SAUDE DOS INDÍGENAS APIAKÁS

O Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) encaminhou recomendação ao Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) Tapajós para que a unidade do Ministério da Saúde preste atendimento à saúde dos indígenas da etnia Apiaká, de Itaituba, no sudoeste paraense.

Informações relatadas por lideranças da comunidade Pimental, que se autorreconhecem como índios da etnia Apiaká, denunciam o não atendimento de saúde pelo Dsei.

Para o MPF, a responsabilidade da promoção de saúde e saneamento básico, em caso da presença de populações indígenas, em áreas regularizadas ou não, é da Fundação Nacional de Saúde.

A recomendação esclarece que a promoção da saúde da comunidade indígena, através de iniciativas governamentais, deve se dar conforme estabelece a Constituição Federal de 1988.

“Considero que os direitos indígenas, incluídos nestes o atendimento à saúde pelo subsistema à saúde indígena, não pode ser recusado àqueles que, embora possuem consciência de sua identidade indígena e assim se afirmam, vivem em terras cujos procedimentos demarcatórios ainda não tenham sido concluídos ou sequer iniciados pelo órgão competente”, frisa o MPF no texto da recomendação.

A recomendação foi encaminhada ao Dsei nesta quarta-feira, 24 de agosto. Assim que receber oficialmente o documento, o Dsei terá dez dias para apresentar resposta ao MPF. Se a resposta não for apresentada ou for considerada insatisfatória, o MPF pode tomar providências que considerar necessárias, incluindo a judicialização do caso.

GRUPO DE EXTERMINIO: POLICIA CUMPRE 40 MANDADOS DE PRISÃO. PRESIDIÁRIOS ORDENAVAM EXECUÇÕES DE DENTRO DO PRESÍDIO

GRUPO DE EXTERMINIO: POLICIA CUMPRE 40 MANDADOS DE PRISÃO. PRESIDIÁRIOS ORDENAVAM EXECUÇÕES DE DENTRO DO PRESÍDIO

As polícias Civil e Militar cumpriram na manhã desta quarta-feira (24), mais de 40 mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão na região metropolitana de Belém. Segundo a Polícia Civil, alguns dos alvos são presidiários que ordenavam execuções de dentro do presídio.

No início da manhã, várias pessoas foram presas e estão sendo apresentadas na Delegacia Geral, em Belém. O objetivo é desarticular quadrilhas envolvidas em extermínio motivado pelo tráfico de drogas.

As prisões foram efetuadas no bairro de Águas Lindas e Águas Brancas, em Ananindeua, no bairro do Tenoné, em Belém e em presídios da região metropolitana.

A operação foi planejada após investigações em parceria com a delegacia de Ananindeua apontarem homicídios relacionados à questão do tráfico. Os envolvidos nos crimes foram identificados e tiveram os mandados decretados com o suporte do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA).

Nenhum comentár

terça-feira, 23 de agosto de 2016

DOM ELISEU : PRF APREENDE 46 METROS CÚBICOS DE MADEIRA ILEGAL

DOM ELISEU : PRF APREENDE 46 METROS CÚBICOS DE MADEIRA ILEGAL

Cerca de 46 metros cúbicos de madeira serrada, que estavam sendo transportados ilegalmente em uma carreta, foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no município de Dom Eliseu, no sudeste do Pará, segundo balanço divulgado nesta segunda-feira (22).

O flagrante de crime ambiental, ocorrido na noite de sexta-feira (20), se deu no quilômetro 19 da rodovia BR-010 após a carreta ter sido abordada por agentes da PRF para uma fiscalização de rotina.

Durante averiguações, o condutor do veículo apresentou documentação fiscal e ambiental autorizando o transporte de 39,5m³. Após medição do volume da carga os policiais descobriram que a quantidade real de madeira transportada era 46,6m³, pois havia uma quantidade excedente, de aproximadamente 7,1m³ de madeira, não declarados.

Devido à irregularidade, a carreta com a carga foi apreendida e encaminhada para a órgão ambiental do município de Ulianópolis, no sudeste do paraense. O condutor foi detido e liberado após assinatura de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime de transporte ilegal de madeira.

TRAGÉDIA EM MARABÁ : TRÊS CRIANÇAS MORREM EM NAUFRÁGIO. UM CORPO JÁ FOI ENCONTRADO.

TRAGÉDIA EM MARABÁ : TRÊS CRIANÇAS MORREM EM NAUFRÁGIO. UM CORPO JÁ FOI ENCONTRADO.

 
O Corpo de Bombeiros encontrou na tarde desta segunda-feira (22), o corpo de uma das crianças que estavam na embarcação que naufragou no último domingo (21), em Marabá, no sudeste do Pará. A menina tinha 7 anos e outras duas crianças continuam desaparecidas.

As vítimas viajavam em um barco de pequeno porte com mais três pessoas. A embarcação teria batido nas pedras no trecho do rio Tocantins e virado. De acordo com os bombeiros, as vítimas não usavam coletes salva-vidas.

O acidente ocorreu na noite do último domingo (21) e as buscas que começaram na manhã desta segunda-feira continuam, já que outras duas crianças ainda são procuradas. O  corpo resgatado foi levado para o Instituto Médico Legal de Marabá (IML)

MARABÁ :INCÊNDIO EM MATA ATINGE 13 VEÍCULOS

MARABÁ :INCÊNDIO EM MATA ATINGE 13 VEÍCULOS



Um incêndio que iniciou no meio da mata atingiu uma empresa de transporte localizada às margens da rodovia Transamazônica e queimou 13 baús de caminhão na tarde de domingo (21), em Marabá, no sudeste do Pará. O Corpo de Bombeiros levou 2h para controlar o fogo.

De acordo com um funcionário da empresa, o fogo iniciou em um pasto próximo à empresa. Na ocasião havia 30 baús de caminhão estacionados no pátio da empresa e 13 acabaram incendiados, gerando um prejuízo de R$ 700 mil. Um vigia estava presente no momento em que as chamas atingiram os veículos, mas ele não conseguiu evitar o incidente.

Os Bombeiros alertam para os cuidados que a população precisa ter nesta época do ano.
"Nós temos situações climáticas muito favoráveis para a ocorrência dos incêndios. Nós temos uma umidade relativa do ar muito baixa, o calor em excesso e o pasto bastante seco, que é propício também para iniciar e alastrar grandes focos (de incêndio). E é o que a gente acredita que foi o que aconteceu com a empresa", declarou o capitão do Corpo de Bombeiros Sherdley Novaes.

Os Bombeiros realizaram na manhã desta segunda-feira (22) uma perícia em todos os veículos que queimaram. Eles têm 30 dias para entregar esse laudo para empresa.